Pular para o conteúdo

Gasolina 5% acima e Diesel 30% acima da paridade internacional e ninguém reclama?

27/06/2022

Caminhão exibe faixa em SP: "Bolsonaro te enganou"

Infelizmente estes números não chegam ao conhecimento da população brasileira

Como temos demonstrado frequentemente, a atual direção da Petrobrás exorbita nas suas atribuições e contraria a Constituição Federal quando estabelece os preços dos combustíveis em suas refinarias.

Não estou me referindo apenas ao famigerado PPI, Preço de Paridade de Importação, que por si só já é um crime de lesa-pátria, contra os interesses da nação e seu povo.

Ocorre que, na prática, os preços que estão sendo cobrados estão acima até do PPI, como mostra o gráfico publicado pelo site Soberano Brasil (www.soberanobrasil.com.br) a seguir:

Screenshot 1-1024x218

Infelizmente estes números não chegam ao conhecimento da população brasileira, que só sabe reclamar quando os preços aumento. Não sabe, e não tem informação para isto, reclamar quando os preços deveriam baixar.

Vocês notaram como os importadores (Abicom) estão quietos? Eles estão tendo lucros fantásticos, junto com a Petrobrás, e quem paga a conta somos nós.

Até quando esta farsa vai continuar?

Cláudio da Costa Oliveira
Economista aposentado

Nota da Redação:

É uma organização gigantesca: são 392 importadores e 150 distribuidores de combustíveis e 19 distribuidores de gás. Também fazem parte da organização 383 usinas de etanol e 53 plantas de biodiesel. Imagine o poder político e econômico. Fazem o que querem no País: compram, vendem e dominam os centros do poder. Tudo com base num enorme confisco do consumidor. O comando da Petrobras é apenas a referência para a Organização. Fazem o que querem, quando querem e por quem querem. Por esses bilhões de dólares farão qualquer coisa, para manterem-se explorando o povo e a Nação.

Em 27 de março de 2020, o Correio Braziliense denunciava o Cartel de Escândalos da Máfia dos Combustíveis no Distrito Federal e citava:

Sonegação de impostos, formação de cartel, tráfico de influência, adulteração de combustíveis, conluio entre distribuidoras e revendedoras são as faces de um esquema que causa prejuízo aos cofres públicos e principalmente aos consumidores do Distrito Federal. As denúncias são tantas que, desde o início das investigações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Legislativa, foram instaurados 47 inquéritos na Delegacia do Consumidor (Decon) e 20 pessoas já foram indiciadas.

“Dormia, a  nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que era subtraída em tenebrosas transações” De Chico Buarque de Holanda, em “Bastidores”.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: