Pular para o conteúdo

Delegada de caso de assassinato de petista é substituída por suspeição.

11/07/2022

Gleisi denunciou que Iane Cardoso já fez várias publicações antipetistas  nas redes sociais

O governo do estado do Paraná substituirá a delegada que investiga o assassinato de Marcelo Arruda, filiado ao PT, que foi vitimado por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL) na festa de seu aniversário com tema Lula.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, apontou que Iane Cardoso é suspeita para comandar a investigação após a descoberta de que ela já fez várias publicações contra o ex-presidente e a legenda em seus perfis nas redes sociais.

A delegada Camilla Cecconello, chefe da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa) no Paraná, assumirá o caso.

Porém, a assessoria da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná afirmou que a troca se dá porque “a divisional de homicídios tem mais recursos e experiência para essa situação”.

Imagem

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: