Pular para o conteúdo

Evento de rock em Barreiras faz alusão ao nazismo

25/07/2022

Os sons da guitarra, contrabaixo e bateria do “Rock no Parque 2022*”, evento musical que ocorreu no fim da tarde deste domingo, 24, na Praça Landulfo Alves, no Centro Histórico de Barreiras, se misturaram a uma imagem no mínimo intrigante.

O acontecimento, que teve como pano de fundo o “Dia Mundial do Rock” – data comemorada apenas no Brasil -, reuniu algumas bandas locais, conforme e-card proporcional acima. Mas um banner, colocado ao fundo do palco, chamou a atenção.

Numa referencia à tática militar nazista usada na Segunda Guerra, a palavra “blitzkrieg”, que em alemão significa ataque surpresa, antevia a imagem de um Focke-Wulf em ação, aeronave usada pela Luftwaffe, a esquadra aérea de Hitler.

Questionado, um dos organizadores da festa admitiu que a peça publicitária, instalada no palanque, tratava-se de fato de uma tática de guerra. Perguntado se dizia respeito ao exército nazista, ele sorriu, desconfiado, e não respondeu.

No Brasil, de acordo com a lei 7.716/1989, “é proibido fabricar, comercializar, distribuir, ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”, sob pena de dois a cinco anos de reclusão e multa.

Mesmo não havendo o uso dos signos previstos em lei, cabem a Prefeitura de Barreiras, que autorizou e apoiou o evento, através da Secretaria Municipal de Educação, e a Câmara de Vereadores, por meio da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, a averiguação do fato.

Evitar que ações dessa natureza, mesmo com menção subliminar, ocorram é obrigação do Estado e dever da sociedade, sobretudo diante do quadro atual de incertezas que margina a democracia brasileira.

De Fernando Machado, no ZDA

2 Comentários leave one →
  1. Henrique Cabelo permalink
    27/07/2022 9:20

    Meu caro Sampaio, vamos buscar fontes antes de copiar e colar qualquer texto de blogs sensacionalistas.
    E a nota de esclarecimento da organização, cade? Onde ela menciona que nem foi procurada e nem deu depoimento, como citado na matéria tendenciosa?

  2. Marcelo permalink
    27/07/2022 9:30

    Copiar e colar sem ter o cuidado de fazer a devida apuração, e noticiar algo enganoso? Lamentável. Verifique novamente onde você copiou, pois tem a nota da organização do evento esclarecendo o fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: