Pular para o conteúdo

Imagine uma cidade com 250 mil habitantes, todos na miséria. Essa cidade existe, dentro de Salvador.

10/08/2022

Imagine uma cidade que some os habitantes de Luís Eduardo Magalhães e Barreiras, com todos situados abaixo da linha da pobreza, a maioria sem moradia e com muito pouco para comer. Pois esta cidade existe e está localizada dentro de Salvador,  apontada como a metrópole brasileira com o segundo maior percentual de população na extrema pobreza.

Salvador foi apontada como a metrópole brasileira com o segundo maior percentual de população na extrema pobreza. O ranking é baseado no 9º Boletim Desigualdade nas Metrópoles, que utiliza dados da Pnad Contínua com recorte do ano passado.

Em apenas sete meses, Salvador superou o número total de atendimentos do Cadastro Único (CadÚnico) realizados em todo ano de 2021. Em 2022, já são 179.145 famílias beneficiadas, entre novos cadastros e atualizações. No ano passado, foram feitos 140.609 atendimentos.

Conforme informações do setor de Gestão do Cadastro Único da Sempre, até o mês de junho deste ano, 425.938 famílias estavam inscritas no CadÚnico. Desse total, conforme a folha do Sistema de Benefícios do Cidadão da Caixa Econômica Federal (Sibec) de agosto deste ano, aproximadamente 275 mil famílias recebem o Auxílio Brasil, sendo 253.431 classificadas como de extrema pobreza (renda per capita de até R$ 105,01), enquanto 21.099 se enquadram como situação de pobreza (renda per capita de até R$ 210).

“Temos trabalhado com afinco para ampliar os atendimentos do CadÚnico. Em maio deste ano foram feitos 22.407 atendimentos, já em julho aumentamos esse número para 36.287. Nosso empenho é levar esse serviço para famílias em situação de vulnerabilidade, pois temos consciência de que muitas empobreceram durante a pandemia, só restando benefícios sociais como alternativa para passar essa fase de dificuldade”, declarou o titular da Sempre, Daniel Ribeiro.

Como diz o grande cínico da República, “não entendo alguém passar fome com tanta terra e tanta água para criar tilápias”.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: