Pular para o conteúdo

A PGR está protegendo também o Marreco? Seis meses de denúncia e nada.

22/08/2022

Nesta segunda-feira (22) fará seis meses desde que o Tribunal de Contas da União (TCU) enviou à Procuradoria-Geral da República (PGR) informações sobre suposta ilegalidade em contrato que beneficiou Sergio Moro. A informação é do Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.

O material de 16 páginas, enviado pelo conselheiro do TCU Bruno Dantas em 22 de fevereiro, questiona a legalidade de um contrato de Moro com o escritório norte-americano Alvarez & Marsal, responsável pela administração judicial de empreiteiras investigadas pela Operação Lava-Jato. O contrato em questão entrou na mira do TCU por suposto conflito de interesses devido à atuação de Moro como juiz na Lava-Jato.

Desde então, o material segue em análise, em caráter sigiloso, pela assessoria criminal da PGR. Enquanto aguarda o parecer do Ministério Público Federal, que tem Augusto Aras à frente, Moro segue como candidato ao Senado pelo Paraná. Em vídeo divulgado nas redes, fez um aceno a Jair Bolsonaro dizendo que ambos têm “o mesmo adversário”, em referência a Lula.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: