A Polícia Rodoviária Federal do Pará apreendeu na noite desta terça-feira (11) R$ 2,5 milhões em maços de dinheiro vivo no porta-malas de um carro que havia saído de Brasília e se dirigia para Belém (PA).

O dinheiro foi confiscado durante fiscalização realizada na BR-010, na altura de Ulianópolis, no sudeste do Pará. Dividido em notas de R$ 100, estava acomodado em quatro caixas.

Segundo os agentes responsáveis pela ação, o motorista se mostrou nervoso durante a abordagem, e então foi feita uma busca no automóvel, quando o dinheiro foi encontrado.

Entre os pertences do motorista, que não teve o nome divulgado, havia um documento de identificação dando acesso ao Congresso Nacional. Ele foi detido e levado para a sede da Polícia Federal em Belém.

Em vídeo divulgado em uma rede social, o superintendente da PRF no estado, Diego Patriota, afirmou que o caso pode ser “a ponta de um iceberg”.

“A gente está em período de eleição, fica essa dúvida”, afirmou.

A suspeita, segundo o Painel apurou, é que se trata de dinheiro para compra de votos, ou pagamento de fornecedor por meio de caixa dois.

Procurada, a PRF não se manifestou.