Pular para o conteúdo

Lula pressionado pela aprovação da PEC do Social poderá ceder ao Centrão de Lira.

14/12/2022

Imagem sobre Lira oferece votos de "consórcio de deputados" para aprovação de PEC em troca de ministério, diz site

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), teria sido o motivo do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) suspender o anúncio de Nísia Trindade Lima, atual presidente da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), como ministra da Saúde do seu governo.

De acordo com o colunista Tales Faria, do portal Uol, a suspensão  aconteceu por pressão de Lira, após o deputado ter sido informado de que seu principal adversário político em Alagoas, o senador Renan Calheiros (MDB), estava cotado para assumir o Ministério da Integração.

Ainda segundo o jornalista, Lira oferecer ao futuro governo uma nova fórmula para aprovação da PEC da Transição: ele garantiria o voto a favor do texto de um grupo que chamou de “consórcio de deputados”. Seriam cerca de 150 integrantes do seu partido, o PP, do União Brasil, PSDB e Cidadania, entre outras legendas, que garantiram com folga a aprovação da PEC.

Integrantes da Equipe de Transição ouvidos pela coluna negam que Lula vá se render à pressão do presidente da Câmara. Mas deputados do PT estão insistindo com o futuro presidente que sem o apoio de Arthur Lira a PEC dificilmente será aprovada.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: