Pular para o conteúdo

Médico gaúcho fez ao menos 73 vítimas em cirurgias negligentes

27/12/2022

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul já identificou 18 pacientes que morreram após serem operadas pelo médico João Couto Neto, em Novo Hamburgo (RS).

O número de pessoas que foram de alguma forma lesionadas ou mortas durante ou depois das cirurgias chega a 73, segundo os responsáveis por investigar o médico. Mas deverá passar dos 100, afirma o delegado Tarcísio Kaltbach.

O cirurgião foi afastado de suas funções por 180 dias, a partir do dia 12, por decisão da Justiça. Uma das linhas da investigação da polícia é que o comportamento do médico em acumular até 25 cirurgias em um mesmo turno de plantão visava a aumentar os ganhos financeiros, mas levava à negligência e aos erros médicos.

Para o delegado, a quantidade de cirurgias impedia Couto Neto cuidar corretamente das intervenções e dos pós-operatórios.

Leia aqui a íntegra da matéria.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: