Pular para o conteúdo

Ferrari lutava contra RedBull, mas é surpreendida pela Mercedes.

30/07/2022

F1 2022, GP do Canadá, Montreal

A Ferrari passou o fim de semana na Hungria estudando como tirar a melhor performance dos seus carros para frear o ímpeto da principal rival na temporada 2022, a Red Bull. Mas eis que George Russell resolveu se meter na briga e colocou a Mercedes na ponta do grid na classificação deste sábado (30), deixando a dupla da escuderia italiana para trás.

Após a sessão, Laurent Mekies, diretor-esportivo da Ferrari, admitiu que o time ficou com uma ponta de insatisfação com a perda da pole-position. Carlos Sainz acabou sendo superado pelo #63 em 0s044, enquanto Charles Leclerc ficou numa “modesta” terceira colocação.

Carlos Sainz vai largar da segunda posição em Hungaroring (Foto: Ferrari)

© Fornecido por Grande Prêmio Carlos Sainz vai largar da segunda posição em Hungaroring (Foto: Ferrari)

“Foi uma classificação incomum, porque depois da chuva que caiu pela manhã, nos deparamos com uma pista que não estava mais emborrachada e com temperaturas mais baixas que ontem, então foi recomeçar do zero”, explicou o francês.

“Carlos e Charles progrediram bem nas três partes [da classificação], e, conforme o esperado, foi uma luta nos milésimos de segundo. Achávamos que batalharíamos contra Max Verstappen e Sergio Pérez, e no final foi George Russell quem ficou com a pole-position, batendo Carlos por um fio. Parabéns a ele e à sua equipe”, acrescentou.

Mekies observou ainda que a corrida deve trazer cenário semelhante ao visto na classificação, uma vez que a previsão aponta para uma chance menor de chuva. E mesmo perdendo a primeira fila completa, o diretor acredita que a Ferrari começa o GP da Hungria de um bom lugar.

“No geral, podemos ficar contentes com a performance, pois conseguimos um bom resultado para a equipe, que nos coloca numa posição a partir da qual podemos buscar trazer para casa o melhor resultado possível amanhã”, salientou.

“Vamos analisar todos os dados, pois as condições para o GP amanhã devem ser semelhantes [as de hoje], e ainda não estamos completamente satisfeitos com o lugar onde estamos agora. Espero por uma luta emocionante amanhã entre três equipes, e queremos estar nesse meio”, finalizou Mekies.

Confira o grid de largada para o GP da Hungria de F1:

1) George Russell (Mercedes) 1’17.377
2) Carlos Sainz Jr. (Ferrari) 1’17.421
3) Charles Leclerc (Ferrari) 1’17.567
4) Lando Norris (McLaren/Mercedes) 1’17.769
5) Esteban Ocon (Alpine/Renault) 1’18.018
6) Fernando Alonso (Alpine/Renault) 1’18.078
7) Lewis Hamilton (Mercedes) 1’18.142
8) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari) 1’18.157
9) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes) 1’18.379
10) Max Verstappen (Red Bull) 1’18.823
11) Sergio Pérez (Red Bull) 1’18.516
12) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari) 1’18.573
13) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari) 1’18.825
14) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes) 1’19.137
15) Mick Schumacher (Haas/Ferrari) 1’19.202
16) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull) 1’19.240
17) Alexander Albon (Williams/Mercedes) 1’19.256
18) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes) 1’19.273
19) Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull) 1’19.527
20) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes) 1’19.570

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: