Pular para o conteúdo

Artesãs de Barreiras comemoram primeira exportação de biojóias produzidas com sementes do cerrado

26/08/2022

Um lote de 900 peças, entre colares com embalagens personalizadas e ecobags pintadas a mão foi o primeiro produzido por artesãs da Associação Barreirense de Artesanato (Asbart) e destinado à exportação. Todo o suporte para a produção das peças foi fornecido às mulheres da associação por meio do Projeto de Economia Verde, da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Barreiras, sob a coordenação de Maria da Penha.

“Levamos até a Asbart um processo de inclusão através dos recursos naturais, com foco na preservação, na responsabilidade social e ambiental, além de geração de renda. Imprimimos identidade própria às peças criadas, garantindo notoriedade e qualidade. O resultado está aí, elas estão saindo de nossas fronteiras e ganhando o mundo. Trata-se de um incentivo fundamental em momentos de falta de emprego, uma iniciativa que está dando certo”, explica Penha.

Durante 45 dias, oito artesãs se dedicaram à produção da encomenda, formalizada após representantes de uma empresa americana conhecerem as peças durante a Bahia Farm Show. “Fomos pegas de surpresa com este primeiro grande pedido. Durante a pandemia, o curso de biojóias foi oferecido pela Secretaria de Meio Ambiente, porém nem todas deram sequência. As que permaneceram motivadas, agora estão comemorando esta venda, que trará um bom retorno financeiro”, revela a presidente da associação, Maria Inez Nascimento. O resultado da venda, após a diluição dos custos de produção, será dividido entre as artesãs.

“Fico muito feliz com o resultado dos esforços. É um compromisso da gestão municipal apoiar iniciativas e projetos junto às associações e comunidades, garantindo com isso, a continuidade, oportunidade de crescimento pessoal, profissional e a geração de renda. O artesanato fortalece a identidade local e está diretamente ancorado na sustentabilidade e no correto manejo dos recursos naturais”, destacou o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Demósthenes Júnior.  Ele agradeceu ainda a parceria do secretário Roberto Carvalho, da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, que já garantiu um estande para exposição do artesanato produzido na Asbart, durante o Festival Primavera, em setembro próximo.

Projeto de Economia Verde 

Trata-se de uma iniciativa prevista no Programa Barreiras Verde e Sustentável da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, que prevê o desenvolvimento da economia verde, criativa e solidária. Consiste no desenvolvimento sustentável, levando em consideração a preservação ambiental, cultural e a inclusão das comunidades rurais fortalecendo e fomentando as trocas sociais locais.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: