Pular para o conteúdo

Olhe o mapa e entenda porque tem resistência bolsonarista em Novo Progresso – PA

09/11/2022

Hoje foram identificadas 18 pessoas que atacaram a tiros viaturas da PRF e da PM em Novo Progresso, no Pará. O grande município está cercado pela Estação Ecológica Terra do Meio e por reservas indígenas de várias nações.

A pressão é de garimpeiros, grileiros e madeireiros, criminosos comuns que insistem em devastar a vasta região de mata amazônica.

A Polícia Federal identificou 18 pessoas que participaram do ataque contra equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no município de Novo Progresso, no Pará, nesta segunda-feira, 7. As guarnições foram alvo de pedradas contra as viaturas, além de pedaços de pau que foram arremessados, disparos com fogos de artifício, baladeiras e armas de fogo. A notícia é do Vanguardanr.

Segundo a Polícia Federal, um inquérito foi instaurado e busca apurar e identificar outros autores do ataque contra os policiais rodoviários federais na BR-163, em Novo Progresso.

A PF requereu pedido de prisão e busca identificar outros envolvidos. Antes que as viaturas se retirassem do local, armas de fogo foram apreendidas. No entanto, quando os veículos dos policiais saíram por causa dos ataques, foram efetuados disparos contra eles.

Com o número de manifestantes maior do que o do efetivo policial, em uma escalada de agressões, os policiais passaram a ser alvo de tiros e atacados com rojões, pedras e objetos diversos. A fim de proteger a integridade física de todos, foi necessário o reposicionamento da equipe policial para o realinhamento das ações.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: