Pular para o conteúdo

Frio nos EUA deixa 2 milhões sem energia e causa 14 mortes.

24/12/2022

Cold weather front hits Denver

Foto Reuters.

Uma onda de frio congelante do Ártico atingiu grande parte dos Estados Unidos neste sábado (24), deixando quase 2 milhões de pessoas sem energia, pelo menos 14 mortos em acidentes de carro relacionados ao clima e milhares presos devido a cancelamentos de voos.

Como se esperava, a queda das temperaturas trouxe a véspera de Natal mais fria já registrada e os sistemas de energia em todo o país foram sobrecarregados pelo aumento da demanda por aquecimento, além de danos causados ​​por tempestades de neve em linhas de transmissão de eletricidade.

EUA enfrentam tempestades de inverno com frio de até -50 °C – DW –  23/12/2022

Cerca de 1,8 milhão de residências e empresas nos EUA ficaram sem energia desde o início da manhã de sábado, de acordo com o site de rastreamento Poweroutage.us.

Muitas companhias elétricas pediram aos clientes para economizarem energia, não ligando grandes aparelhos e apagando luzes desnecessárias.

As interrupções também alteraram as rotinas diárias e os planos de férias de milhões de norte-americanos durante um dos períodos de viagens mais movimentados do ano.

Meteorologia dos EUA: pessoas podem congelar na rua em minutos

Quase 2 mil voos nos EUA foram cancelados neste sábado, com um total de 4 mil atrasos, de acordo com o serviço de rastreamento de voos FlightAware. Mais de 5 mil voos foram cancelados na sexta-feira.

A Associação Americana de Automóveis estimou que 112,7 milhões de pessoas planejavam se aventurar a 80 quilômetros ou mais de casa entre sexta-feira e 2 de janeiro.

Acidentes de carro fatais em todo o país deixaram pelo menos 14 mortos por conta do clima gelado, de acordo com relatos da mídia.

Estados Unidos têm mais um dia de frio congelante | VEJA

Dois motoristas morreram e vários outros ficaram feridos em um engavetamento de 50 veículos que fechou a rodovia Ohio Turnpike em ambas as direções durante uma nevasca perto de Toledo. O acidente forçou motoristas a se abrigarem em um ônibus para evitarem congelamento em seus carros, disseram autoridades.

Três das mortes foram relatadas em Kentucky, onde o governador Andy Beshear, neste sábado, alertou os moradores para “ficarem em casa, seguros e vivos”.

“Eu sei que é muito difícil porque é véspera de Natal. Mas estamos tendo dezenas e dezenas de acidentes”, disse ele. “Simplesmente não é seguro”, sair de casa.

Prevê-se que as temperaturas cheguem a um máximo neste sábado de apenas 7 graus Fahrenheit (-13ºC) em Pittsburgh, superando a máxima mais fria de todos os tempos na véspera de Natal de 13ºF, estabelecida em 1983, disse o (NWS).

“A onda de frio vai persistir até o Natal”, disse o meteorologista Ashton Robinson Cook, do NWS Weather Prediction Center.

Minneapolis foi o ponto mais frio dos EUA neste sábado, com -6ºF (-21ºC), e na manhã de Natal, o ponto mais frio será Fargo, Dakota do Norte, com -20ºF (-29ºC), disse ele.

O frio começará a moderar de oeste a leste nos EUA, com as planícies altas e o centro dos EUA voltando ao normal, na terça-feira, mas não vai esquentar na costa leste até quinta-feira ou sexta-feira, disse ele.

Da Agência Brasil, editado.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: