Pular para o conteúdo

Oficial da PM-DF teve que comandar tropa do Exército e fornecer munição

11/01/2023

Militares do Exército hesitaram em conter bolsonaristas extremistas no Palácio do Planalto e precisaram receber ordens e munição da Polícia Militar (PM) do DF durante os atos terroristas no domingo (8/1).

Um vídeo obtido pela coluna mostra que um comandante da PM deu dez ordens em 40 segundos ao Batalhão da Guarda Presidencial, do Exército. “Comanda a tua tropa, porra!”, berrou para o chefe da tropa militar, que se mostrou apático.

“Bora, Exército, faz a linha, porra, fecha a linha aí!”, gritou o comandante da tropa de choque da PM. Naquele momento, PMs e homens do Exército estavam na entrada do Planalto, no térreo, tentando evitar a entrada dos golpistas. Com escudo do Exército e fardados, os militares do Batalhão da Guarda Presidencial não conseguiam formar uma linha e atirar. Um militar não foi capaz de atirar e reclamou da arma que portava.

Em 40 segundos, o comandante da tropa da PM deu dez ordens para os militares do Exército. Entre eles: “Comanda a tua tropa, porra!”, “Comando, fecha a linha, porra, dá ordem aí, caramba!”, “Para de frouxura, caralho!” e “Atira, porra!”.

Em outro momento, na rua em frente ao Planalto, os militares aparecem pegando munição cedida pela PM do Distrito Federal. “Passa a munição para o Exército aí”, disse o chefe da tropa da PM. “Controla a munição, hein? Mas é pra atirar, pô. Pode largar o dedo, não tem medo não, pode botar pra foder”, acrescentou, voltando a ordenar que o Exército reagisse adequadamente à invasão do Palácio do Planalto.

A invasão ao STF foi a mais raivosa e predatória

Além do Exército, militares do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) foram enquadrados pela PM no Palácio do Planalto. Como a coluna mostrou nesta terça-feira (10/1), militares do GSI queriam deixar os golpistas que saquearam o Planalto saírem pelo térreo. Segundo um servidor, os extremistas só não conseguiram fugir porque a PM não permitiu.

Um coronel do Exército tentou impedir a prisão de criminosos no Planalto. Em um vídeo, o militar aparece sendo confrontado pela PM: “Você está doido? Está todo mundo preso”.

No mínimo 10 pessoas de Barreiras estão presas, mas nas redes sociais comentários dão conta que esse número pode ser bem maior.

 

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: