Pular para o conteúdo

Focos de incêndios florestais no Oeste Baiano são combatidos por meio de ações preventivas.

08/06/2022

Com o fim do período chuvoso, a predominância de altas temperaturas, tempo seco e o acúmulo de matéria orgânica no solo, no Oeste da Bahia, aumenta a probabilidade da ocorrência de incêndios em largas proporções, que causam grandes impactos ambientais e econômicos para a região.

Com o objetivo de contribuir com ações de prevenção aos incêndios florestais e atuar na redução dos focos de calor e das áreas de queimadas, a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) integra as atividades do Subcomitê de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Programa Bahia Sem Fogo, que também agrega outros órgãos públicos e privados.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que monitora os focos de calor, somente no ano passado, na região Oeste da Bahia, foram registrados 193.750 focos de incêndios, equivalente a 156% a mais que o registrado no segundo semestre do ano anterior.

O gerente de Sustentabilidade da Aiba, Eneas Porto, fala sobre os resultados de um importante projeto de monitoramento de áreas produtivas, correspondente a 790 mil hectares, das Unidades de Combate a Incêndio implantados pela Aiba, em que as ações são realizadas com o apoio dos produtores rurais associados:

“O monitoramento é fundamental para a redução das áreas de queimadas. Isto se soma às outras ações como: educação ambiental e envolvimento das comunidades na preservação”.

‘Queimar é crime’

Para prevenir os focos de incêndio e sensibilizar a população sobre a ocorrência de incêndios em vegetação nativa, principalmente entre os meses mais secos do ano (julho a outubro), a Aiba realiza anualmente a Campanha ‘Queimar é crime’. A iniciativa promove o Monitoramento de focos de calor via satélite em parceria com o (INPE), seguido de articulações entre produtores rurais, brigadas municipais e corpo de bombeiros; Articulações de ações conjuntas com o PrevFogo, Inema, Corpo de Bombeiros e brigadas; Apoio às ações do Subcomitê de Combate a Incêndios Florestais, no Programa Bahia Sem Fogo do Estado da Bahia e Treinamento de colaboradores dos projetos rurais.

No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: